MP denuncia padre por estupro de três menores em Cabo Frio

MP denuncia padre por estupro de três menores em Cabo Frio

O

 DIA


Fachada da igreja, quando ela ainda estava em obra

Crimes ocorreram no interior da Igreja Nossa Senhora da Esperança



Por O Dia     24/01/2019

Rio - O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciou um padre que atuava em Cabo frio, na Região dos Lagos, pelos crimes de estupro e estupro de vulnerável. De acordo com o MP, o pároco se aproveitou de um jovem de 16 anos e de outros dois menores de 13 anos no interior da Igreja Nossa Senhora da Esperança. 
As investigações mostraram que, no dia 14 de março de 2018, o denunciado abusou do jovem de 16 anos após ameaçá-lo. Aproveitando-se da “confissão comunitária”, ele chamou o jovem para se confessar individualmente, afirmando ter reparado que o rapaz estava muito nervoso e, após ficarem em local isolado, praticou o ato.
No caso dos dois menores de 13 anos, no dia 29 de março de 2018, o padre colocou uma das crianças em seu colo no momento em que estava sozinho com ela, tomando a sua confissão e aproveitando-se do respeito e da confiança que a vítima depositava devido à sua função paroquial. Já em relação ao segundo menor, em data que não pôde ser precisada, porém no mesmo mês de março de 2018, o padre aproveitou que a criança estava na sacristia da Igreja para abusar dela.
O pároco foi denunciado no Código Penal através dos artigos 213 (estupro, com pena prevista de reclusão de 6 a 10 anos) e 217-A duas vezes (estupro de vulnerável, com pena prevista de reclusão de 8 a 15 anos). 
O DIA

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.