Onda de violência chega ao interior do Ceará; petista diz que Moro é aliado

Onda de violência chega ao interior do Ceará; petista diz que Moro é aliado
Alexandre Gimenez, do UOL
A onda de violência que assola o Ceará chegou ao sétimo dia, se alastrou pelo interior do Estado e deixa a população cada vez mais acuada. Segundo a secretaria de segurança pública, 159 ataques foram registrados em 45 cidades desde a última quarta-feira (2).

O governo cearense afirma que 168 pessoas que têm relações com os ataques foram presos. Entre eles está um trio, que publicou vídeo nas redes sociais comemorando o fechamento de estabelecimentos comerciais após suposto toque de recolher decretado pelos criminosos.

Pelo menos as rusgas político-partidárias-judiciais ficaram momentaneamente de lado. Em entrevista ao UOL, o governador petista Camilo Santana disse que Sérgio Moro, ministro da Justiça e algoz do ex-presidente Lula nos julgamentos da operação Lava-Jato, é seu aliado.

O cenário de caos surgiu como reação de facções criminosas à promessa do novo secretário da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, de adotar mais rigor contra entrada de celulares nos presídios e acabar com a separação de detentos em presídios diferentes a partir das facções às quais pertencem.


UOL

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.