Bebianno fica no governo; e agora?

Bebianno fica no governo; e agora?
Alexandre Gimenez, do UOL

Ele fica! Bombardeado pelo Filho 02 e pelo próprio presidente, o ministro Gustavo Bebianno foi informado nesta sexta-feira que permanecerá à frente da Secretaria-Geral da Presidência da República.

Aconselhado por aliados, Jair Bolsonaro anteriormente fez chegar a Bebianno seu desejo de que deixasse o posto até segunda-feira (18), mas o ministro tem se articulado com advogados e integrantes do Legislativo e do Judiciário para conseguir uma sobrevida no Palácio do Planalto. Bebianno também teria aval do núcleo militar do governo.

Bebianno está sob extrema pressão devido à revelação, por uma série de reportagens da Folha de S.Paulo, de um esquema de candidaturas laranjas que receberam repasses volumosos do fundo partidário do PSL no ano passado.

Para o jornalista Josias de Souza, colunista do UOL, Bolsonaro cedeu à pressão feita por Bebianno. "Tendo produzido uma crise política, o capitão decidiu agravá-la. Manteve numa sala do Planalto, a poucos metros da maçaneta da porta do gabinete presidencial, um ministro que tachou de mentiroso e humilhou como um suspeito. Imaginou que o ex-amigo pediria para sair. Mas esqueceu-se de traçar um Plano B", disse.


UOL

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.