24 presos integrantes do PCC são transferidos após rebelião em presídio na fronteira

24 presos integrantes do PCC são transferidos após rebelião em presídio na fronteira

MIDIAMAX


Deixaram ameaças inscritas nas paredes com sangue

Thatiana Melo - 13/03/2019

Nesta terça-feira (12) pelo menos 24 presos integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) foram transferidos de penitenciária, após a rebelião em um presídio, na última segunda-feira (11), em Concepcion.
O ministro da Justiça do Paraguai, Julio Rios, espera pelos procedimentos administrativos para a expulsão destes detentos do pais. 150 paraguaios teriam se tornados membros da facção criminosa e estariam espalhados por prisões, no Paraguai.
Depois da rebelião, que fez quatro agentes penitenciários reféns, foram encontrados em paredes do presídio ameaças feitas com sangue, além de inscrições das letras do PCC.
Segundo o site ABC Color, 50 integrantes da facção criminosa que são brasileiros estariam recrutando ‘soldados’ dentro dos presídios no país.  Na rebelião desta segunda (11), quatro agentes penitenciários foram torturados. Os quatro foram mantidos reféns e torturados na ala de condenados que se autodenominam membros da facção criminosa brasileira PCC (Primeiro Comando da Capital).
Um dos agentes, teve cortes no rosto e outros ferimentos causados por facas artesanais. Após ser resgatado, foi auxiliado ao Hospital Regional da cidade.
MIDIAMAX


Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.