Duas mulheres são presas suspeitas de matar, esquartejar e divulgar imagens do crime na internet

Duas mulheres são presas suspeitas de matar, esquartejar e divulgar imagens do crime na internet


Duas mulheres são presas suspeitas de matar, esquartejar e divulgar imagens do crime na internet

Polícia Civil acredita que motivo do crime seja disputa de pontos de tráfico de drogas


Duas mulheres foram presas na noite desta terça-feira (19), em Campos Belos, a 606 km de Goiânia. Elas são suspeitas de terem matado e esquartejado uma pessoa no município. Outro homem, também suspeito de participar dos crimes, morreu depois de ser baleado em confronto com a polícia. De acordo com a Polícia Civil, Os três suspeitos foram localizados depois que imagens do crime começaram a circular pela internet.
Ainda de acordo com a corporação, o crime foi motivado por uma disputa de pontos de tráfico de drogas na região. Paloma Vitória da Silva Lopes e Brenda de Souza Cavalcante foram detidas com um revólver calibre .38 e 15 munições. Já o suspeito morto na troca de tiros era Carlos Vinícius dos Santos Rocha. Ele já tinha respondido por latrocínio, posse de arma e roubo.

Tráfico de drogas


A Polícia Civil afirmou que a vítima desapareceu no último sábado (16). Três dias depois, imagens de um esquartejamento começaram a circular nas rede sociais. Através dessas imagens foi possível identificar tanto a vítima, Claiber Eduardo Marques de Jesus, quanto um dos autores.
O delegado responsável pelo caso, Carlos Eduardo Florentino Cruz, afirmou que foi possível identificar o autor por causa de uma tatuagem. “Em uma das fotos foi possível identificar uma tatuagem do autor, que segurava a cabeça em uma mão e uma pistola na outra”, ressaltou o delegado.
A Polícia Civil confirmou também que dois outros crimes semelhantes aconteceram entre os dias 12 e 14 de março no município. A suspeita é que o mandante seja um detento que cumpre pena no município de Posse, a 220 km de Campos Belos.
“Chegamos a conclusão que eles foram mandados para a cidade por um detento, recolhido no Presídio de Posse, que comanda o tráfico de drogas na região e é líder de uma facção criminosa. Ele teria ordenado os crimes por conta de uma disputa pela liderança de territórios do tráfico”, disse o delegado.
*Com informações de Portal G1
MAIS GOIÁS

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.