Temer é chefe de organização criminosa há 40 anos, diz Lava-Jato

Temer é chefe de organização criminosa há 40 anos, diz Lava-Jato

iBAHIA

Na sentença que autorizou prisões, Bretas afirma que "Michel Temer é o líder da organização criminosa", e o "principal responsável pelos atos de corrupção descritos"

Rayanderson Guerra, da Agência O Globo
21/03/2019 


O ex-presidente Michel Temer é o chefe de uma organização criminosa que atua há 40 anos no Rio de Janeiro, segundo a investigação da Lava-Jato no Rio. No pedido de prisão do emedebista assinado pelo Ministério Público Feral (MPF), os procuradores da Lava-Jato no Rio apontam que Temer e coronel Lima  atuaram durante 40 anos em uma "parceria criminosa" que se perpetuou por décadas.

Na decisão de determinou a prisão de Temer e de outras nove pessoas, o juiz da 7ª Vara Criminal Federal, Marcelo Bretas diz que "Michel Temer é o líder da organização criminosa", e o "principal responsável pelos atos de corrupção descritos".

Segundo o MPF, há Michel Temer acumulou um "crédito" de propina para receber "no presente e no futuro, durante anos, pois os seus atos que beneficiaram o setor empresarial permitiram a barganha de uma "poupança de propina" com resgate quase que vitalício".

Coronel Lima é a pessoa de confiança de Michel Temer desde a década de 80, segundo o MPF. De acordo com os procuradores, Temer e Lima "construíram uma vida de cometimento de ilícitos em prejuízo ao Erário".

"Não por outra razão, Coronel Lima é uma figura de destaque na organização criminosa, sendo o responsável por administrar as empresas Argeplan e PDA. Dentre outras, ambas as empresas foram constituídas em nome de Lima e outros para encobrir as negociatas ilícitas realizadas por Michel Temer, bem como para realizar os atos de lavagem de dinheiro", escreveu.

iBAHIA

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.