No Congresso Nacional, exposição do SESI e SENAI apresenta produtos inovadores



No Congresso Nacional, exposição do SESI e SENAI apresenta produtos inovadores


Exposição SESI SENAI Pelo Futuro do Trabalho pode ser visitada no Congresso Nacional até sexta-feira (12)

Mostra traz produtos criados para auxiliar as indústrias com a saúde e segurança dos trabalhadores e projetos pedagógicos utilizados pelas escolas SESI


Aline Dias
10 de Abril de 2019
Agência RÁDIO MAIS

Até a próxima sexta-feira (12), visitantes e o público interno do Congresso Nacional poderão conhecer algumas das soluções inovadoras desenvolvidas em escolas e centros tecnológicos do Serviço Social da Indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI)
A exposição SESI SENAI Pelo Futuro do Trabalho, instalada no Salão Negro, traz produtos criados para auxiliar as indústrias com a saúde e segurança dos trabalhadores, projetos pedagógicos utilizados pelas escolas SESI, além de produtos desenvolvidos por estudantes do SENAI, por meio do Inova SENAI, para atender demandas da indústria brasileira. 
Com o objetivo de apresentar o trabalho realizado para inserir o país na Indústria 4.0, a mostra também celebra os 40 anos dos barcos-escola Samaúma, que percorrem a região Amazônica levando educação profissional, gratuita, à população. O projeto, do SENAI, disponibiliza 34 opções de cursos diferentes em áreas como Mecânica, Eletroeletrônica, Soldagem, Marcenaria, Construção Civil, Panificação, Informática e Meio Ambiente. 
Robô submarino Flatfish, desenvolvido pelo SENAI
Robô submarino
Entre as principais atrações da mostra está um robô submarino desenvolvido pelo Instituto SENAI de Inovação em Automação em parceria com a Shell e o Instituto Alemão de Robótica e Inteligência Artificial (DFKI), o Flatfish. Primeiro protótipo do tipo desenvolvido no Brasil, o veículo autônomo realiza inspeções de dutos de petróleo e gás em águas profundas.
Os visitantes também poderão conhecer um sistema inteligente de monitoramento de barragens, desenvolvido pelo Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Embarcados em parceria com a empresa Dona Francisca Energética. O equipamento automatiza o gerenciamento da operação e manutenção de barragens, o que torna o processo mais confiável, facilitando a tomada de decisões. 
Serão expostos ainda outros sete produtos desenvolvidos na rede de 25 Institutos SENAI de Inovação, de 58 Institutos SENAI de Tecnologia e nos oito Centros de Inovação do SESI distribuídos pelos país.
Desenvolvimento do Brasil
O deputado federal Milton Vieira (PRB/SP), que foi aluno do curso técnico em mecânica e ferramentaria do SENAI, visitou a exposição e mostrou, com um vídeo em sua rede social, um pouco do evento. O parlamentar falou ainda sobre a importância das instituições para o desenvolvimento do Brasil. 
“Vocês vejam só a importância que tem o Serviço Nacional da Indústria. Nós estamos falando aqui de nova geração, de tecnologia, de coisas fundamentais para o país. É uma coisa real. Nós estamos vendo aqui que é importante. Então, nós incentivamos esse trabalho, lutamos aqui no Congresso Nacional para valorizar o SESI, o SENAI”, destacou Vieira.
Tecnologia na Indústria
A Indústria 4.0 traz novas tecnologias para o setor industrial. Internet das coisas, robótica avançada, impressão 3D, big data, computação em nuvem, inteligência artificial e sistemas de simulação virtual são as principais delas. A combinação entre as tecnologias abre um leque de possibilidades, novos negócios e soluções.
Para acompanhar as mudanças, a indústria conta com 26 Institutos SENAI de Inovação e 58 Institutos SENAI de Tecnologia espalhados por todo o Brasil. O objetivo dessas instituições é proporcionar soluções ágeis e inovadoras sob medida às necessidades da indústria. A localização de cada instituto buscou facilitar o fluxo de conhecimento científico e tecnológico entre o ambiente acadêmico e o setor produtivo. Além das universidades, os Institutos SENAI de Inovação possuem parceiras internacionais, que são acionadas quando um projeto ou serviço exige conhecimento ou equipamentos inexistentes no Brasil. 
Crescimento de 273%
Em 2017, após uma parceria com o Instituto SENAI de Inovação em Laser para o desenvolvimento de uma máquina para corte de aço a laser, a multinacional catarinense Welle Laser, especializada em máquinas e equipamentos para marcação e gravação a laser e microusinagem, cresceu 273%. 
O CEO da Welle Laser, Rafael Mantovani, explica que colocar a máquina no mercado exigiu muito trabalho, mas que rendeu bons resultados para a fabricante. Segundo Rafael, o apoio do Instituto SENAI de Inovação foi o que tornou o projeto possível. “O SENAI possibilitou que a gente fizesse um avanço nesse desenvolvimento, que foi fundamental para a companhia. E o SENAI nos ajudou muito na parte tecnológica do desenvolvimento do equipamento”, ressalta.
Exposição SESI SENAI Pelo Futuro do Trabalho
Aberta ao público (exceto terça e quarta-feira)
Até 12 de abril 
Das 9h às 17h30

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.