Ex-ministro José Dirceu chega ‘atrasado’ à Polícia Federal em Curitiba

Ex-ministro José Dirceu chega ‘atrasado’ à Polícia Federal em Curitiba

BEM PARANÁ

José Dirceu

O ex-ministro José Dirceu chegou às 21h30 desta sexta-feira (17) à sede da Polícia Federal, em Curitiba. O prazo para ele se apresentar vencia às 16 horas desta sexta. Contudo, ele não foi considerado foragido; a defesa do ex-ministro confirmou que ele se entregaria ainda nesta sexta-feira, mas um pouco atrasado.

Ricardo Botelho/Especial para o Metrópoles
Dirceu mora em Brasília, a 1.400 km de Curitiba, e veio de carro à capital paranaense. A viagem duraria pelo menos 16 horas, sem paradas, sem exceder limites de velocidade e com pista e visibilidade boa. Segundo informações preliminares, ele deveria chegar por volta das 20h30 à sede da PF. O atraso ocorreu também porque, segundo a defesa, a pista estava molhada.
A prisão de Dirceu ocorre porque a Justiça do Paraná ordenou o cumprimento da pena da segunda condenação na Operação Lava Jato. Ele é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A decisão foi assinada pelo juiz Luiz Antônio Bonat na quinta-feira (16). Foi ele quem estipulou que Dirceu deveria se entregar até esta sexta, às 16 horas.
A determinação de prisão foi feita depois que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negou um recurso da defesa do ex-ministro. Os advogados pediam a prescrição da pena. O ministro foi condenado em 2017 por corrupção e lavagem de dinheiro. Na primeira instância, no Paraná, a pena estipulada foi de 11 anos e 3 meses. Após o recurso, a 8ª Turma do TRF-4 decidiu reduzir o tempo para 8 anos e 10 meses.
BEM PARANÁ

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.