Protesto de estudantes reúne milhares em Curitiba contra corte de Bolsonaro

Protesto de estudantes reúne milhares em Curitiba contra corte de Bolsonaro

BEM PARANÁ

Coletivos formados por estudantes promoveram no começo da noite desta quarta-feira um ato público contra o corte orçamentário de 30% imposto às instituições pelo Ministério da Educação. O protesto, chamado “Eu tô na luta pela educação”, começou por volta das 18 horas e deve durar até por volta das 21 horas, na Praça Santos Andrade, em frente ao prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR).
Os estudantes chamam a atenção para o risco de descontinuidade de pesquisas e, inclusive de interrupção das aulas. A UFPR já anunciou que o corte de R$ 48 milhões compromete o funcionamento da instituição a partir do segundo semestre. Nas convocações, os estudantes lembram que as universidades públicas são responsáveis por cerca de 95% das pesquisas científicas no Brasil.
Para sexta-feira (10), dia em que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) deve estar em Curitiba, estudantes, professores, técnicos, integrantes da comunidade interna e externa de universidades e institutos federais devem participar de uma 'Marcha pela Educação'. O protesto foi marcado ontem, logo após a confirmação da vinda do presidente à capital paranaenses. Os manifestantes devem se concentrar às 15h30 na Praça Santos Andrade, em frente ao prédio histórico da Universidade Federal do Paraná, e seguir às 16h30 em direção ao Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, onde Bolsonaro deve estar no fim da tarde.
Todos os atos são preparativos para uma paralisação geral da Educação, marcada para quarta-feira da semana que vem, dia 15, quando docentes, estudantes secundaristas, sindicatos e outros movimentos devem se reunir em uma ato que faz parte de mobilização nacional.
BEM PARANÁ


Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.