Branco de olhos claros, candidato que pintou rosto para usar cotas é exonerado do INSS



Branco de olhos claros, candidato que pintou rosto para usar cotas é exonerado do INSS

FORUM


Lucas Soares Fontes, falso cotista racial, foi exonerado do INSS no dia 30 de maio após ser comprovada fraude em processo seletivo

Em concurso público para o INSS, Lucas Soares Fontes, branco de olhos verdes, pintou o rosto e os braços e utilizou lentes de contato escuras para ser aprovado. Após denúncia anônomima, o ex-servidor passou por processo administrativo e foi exonerado.
Aprovado em concurso do Cebraspe para técnico da unidade de Além Paraíba (MG), do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Lucas Soares Fontes foi alvo de processo administrativo no INSS após denúncia de que ele teria falsificado fotografias enviadas à empresas responsável pelo concurso.
Com o Processo Administrativo nº 35000.001507/2018-01, movido pelo superintendente do INSS no Sudeste, Paulo Cirino, a Divisão de Desenvolvimento de Carreiras do INSS solicitou novas imagens ao servidor, que informou que na certidão de nascimento constava a cor “parda”, além de enviar documentos que comprovavam “aprovação e homologação” em outros processos seletivos por meio de cotas.

A Cebraspe, então, solicitou novas fotos candidato, para comparar com a imagem da inscrição, mas elas também não pareciam reais. Com isso, a banca pediu imagens da carteira de motorista do candidato e, então, concluiu que ele não cumpria os requisitos para a vaga de cotista e deveria ter sua aprovação anulada, além de recomendar a exoneração por parte do INSS.

FORUM

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.