Estudo mostra como crime alimenta negócios lícitos para lavar dinheiro

Estudo mostra como crime alimenta negócios lícitos para lavar dinheiro
Thiago Fernandes, do UOL
Resultado de imagem para Estudo mostra como crime alimenta negócios lícitos para lavar dinheiro

Matéria publicada pelo UOL nesta quarta-feira (5) traz os resultados de um estudo que analisa com profundidade o mercado ilícito no Brasil. Os pesquisadores tratam de mercados ilegais de drogas, assaltos a banco, armas e veículos, e também de milícias, contrabando, das conexões com mercados lícitos e do nosso modelo de políticas de segurança.

Resultado de imagem para Estudo mostra como crime alimenta negócios lícitos para lavar dinheiro

O estudo mostra alguns mecanismos usados por criminosos para lavagem de dinheiro, sendo o consumo a principal forma pela qual dinheiro sujo vira dinheiro limpo. Recursos ilegais acabam por movimentar a economia de lugares vulneráveis, impulsionando negócios como redes de franquias, shopping centers e acabam por beneficiar o próprio governo, por meio do pagamento de tributos desse consumo.
Outro destaque é a revelação de que o Ministério das Relações Exteriores decretou sigilo nos custos das viagens feitas pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) nos cinco primeiros meses de governo.
O pedido dos dados, feito pelo UOL por meio da LAI (Lei de Acesso à Informação), foi negado com a justificativa de que poderia colocar em risco a segurança das operações de futuros deslocamentos do presidente.
Ao impedir a divulgação dessas informações, Bolsonaro repete seus antecessores, Michel Temer (MDB) e Dilma Rousseff (PT), que também restringiram o acesso aos gastos de seus giros internacionais.

UOL

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.