Lula, Palocci, Paulo Bernardo e Marcelo Odebrecht viram réus por R$ 64 mi



Lula, Palocci, Paulo Bernardo e Marcelo Odebrecht viram réus por R$ 64 mi
Luciana Quierati, Marcela Leite e Nathan Lopes, do UOL
Resultado de imagem para Lula, Palocci, Paulo Bernardo e Marcelo Odebrecht viram réus por R$ 64 mi

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), os ex-ministros petistas Antônio Palocci Filho e Paulo Bernardo e o empresário Marcelo Odebrecht viraram réus em um esquema que envolveria R$ 64 milhões em propinas. A denúncia do Ministério Público foi aceita ontem pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal.


Os políticos são acusados de corrupção passiva por aceitar, segundo o MP, pagamentos da Odebrecht para liberar de 1 bilhão de dólares (cerca de R$ 4 bilhões, na cotação atual) em empréstimos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para obras em Angola.

Marcelo Odebrecht, além dos ex-diretores Ernesto Sá Vieira Baiardi e Luiz Antônio Mameri, é acusado de envolvimento no esquema.

O juiz concedeu prazo de dez dias para os réus apresentem suas defesas e indiquem testemunhas para serem ouvidas.

UOL

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.