STF torna réus quatro parlamentares do PP



STF torna réus quatro parlamentares do PP
CONEXÃO POLÍTICA
11.06.2019Davy Albuquerque


Moreira Mariz/Agência Senado; Reinaldo Ferrigno/Câmara dos Deputados

Nesta terça-feira (11), a Segunda Turma do STF decidiu, por 3 votos a 2, aceitar a denúncia do Ministério Público contra três deputados e um senador do Progressistas(PP) por organização criminosa.
Os quatro congressistas são acusados de desviar dinheiro da Petrobras no esquema investigado pela Operação Lava Jato.
Com a decisão da Segunda Turma, os quatro congressistas que são acusados de desviar dinheiro da Petrobras passam à condição de réus e responderão a uma ação penal.
A maioria foi formada pelos ministros Celso de Mello, que acompanhou o relator, Edson Fachin, e Cármen Lúcia, com votos pelo recebimento da denúncia.
Com a decisão, será aberto um processo penal, ao fim do qual o grupo poderá ser condenado ou absolvido.
Viraram réus os seguintes políticos:
  • Deputado Eduardo da Fonte (PP-PE);
  • Deputado Arthur Lira (PP-AL);
  • Deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB);
  • Senador Ciro Nogueira (PP-PI).
CONEXÃO POLÍTICA

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.