Bate-volta: passeios de trem para fazer em São Paulo

Bate-volta: passeios de trem para fazer em São Paulo

CATRACA LIVRE

expresso turístico cptm passeios de trem

Os maquinistas ficam uniformizados à caráter, para dar aos passeios de trem um ar nostálgico

Dá pra conhecer cidades próximas da capital num passeio sobre trilhos

PIUÍ! A locomotiva Catraca Livre vai te levar para três passeios de trem à moda antiga. Todos com o ticket em mãos? O embarque começa agora!

Você sabia que dá conhecer alguns pontos turísticos de cidades da região metropolitana num passeio sobre trilhos dentro de uma composição da metade do século passado?
O Expresso Turístico da CPTM é um serviço de turismo ferroviário inaugurado em 2009 para aqueles que enxergam na ferrovia uma excelente oportunidade para conhecer sua história.
A viagem é feita a bordo de uma composição, formadas por dois carros de aço inoxidável fabricados no Brasil na década de 1960 e tracionados por uma locomotiva a diesel, da CPTM.
trem do expresso turístico da cptm passeios de trem
O trem Expresso Turístico é formado por uma locomotiva a diesel, da CPTM, Alco RS-3 de 1952, que conduz dois carros de passageiros, de aço inoxidável, Budd – Mafersa fabricados no Brasil nos anos 1960
Os mesmos trilhos que impulsionaram o desenvolvimento do Estado de São Paulo a partir da segunda metade do século XIX vão te levar a uma viagem inesquecível por meio da história, da cultura, da arquitetura e do meio ambiente.
SALA SÃO PAULO: UM PASSEIO DESLUMBRANTE E BARATO NA CIDADE

Trajetos bate-volta

Atualmente, há três opções de trajeto: Luz-JundiaíLuz-Mogi das Cruzes e Luz-Paranapiacaba.
O trem sai da Estação da Luz, da CPTM, um dos mais importantes marcos arquitetônicos do país e um dos poucos monumentos da cidade tombados pelos órgãos de preservação do município, do Estado e da União.
estação da luz
Os trajetos dos passeios de trem do Expresso Turístico saem da belíssima Estação da Luz

No caso do trajeto Luz-Paranapiacaba, o passageiro pode optar por realizar o embarque e desembarque na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André (Linha 10-Turquesa, da CPTM), com tarifa diferenciada.
Para melhor desfrutar os atrativos de cada região, os passageiros podem adquirir roteiros turísticos para complementar o passeio nas cidades de destino.
  • Trajeto Jundiaí
O trajeto é realizado semanalmente aos sábados, com partida às 8h30 na Estação da Luz e retorno às 16h30, na Estação Jundiaí.
O trem segue pela estrada de ferro implantada em 1867 pela antiga SPR (São Paulo Railway Co.), empresa de capital inglês.
museu ferroviário jundiaí
Em Jundiaí, você encontra o Museu Ferroviário da cidade

Essa foi a primeira ferrovia de São Paulo e foi construída para levar, principalmente, o café produzido na região de Jundiaí até o Porto de Santos.
Atualmente chamada Linha 7-Rubi, ela ainda conta com estações construídas pela SPR, facilmente identificadas pela arquitetura em estilo inglês, como Perus, Caieiras e Jaraguá.
Confira neste link algumas dicas de turismo para se fazer por Jundiaí.
  • Mogi das Cruzes
Integrante do Cinturão Verde de São Paulo, atualmente Mogi é conhecida como centro produtor de flores, com destaque para as orquídeas.
A herança da forte presença japonesa na cidade na primeira metade do século 1920 também é um dos atrativos.
parque centenario mogi das cruzes
Após o passeio de trem, você pode conhecer o Parque Centenário de Mogi das Cruzes
Além do Circuito das Flores, a cidade oferece inúmeras atrações turísticas, com roteiros rurais, culturais e ecoculturais.
O trajeto, que dura cerca de 1h30, é realizado no segundo sábado de cada mês, com partida às 8h30 da Estação da Luz e retorno às 16h30, na Estação Mogi das Cruzes.
Ao deixar a capital paulista, o Expresso Turístico toma a direção dos trilhos da antiga Estrada de Ferro Central do Brasil, ferrovia construída ainda no Império, em 1877, para ligar o Rio de Janeiro a São Paulo.
Atualmente esse trecho integra a Linha 12-Safira da CPTM, que conecta o Brás à Estação Calmon Viana. O trecho é conhecido como “variante” à atual Linha 11-Coral/Expresso Leste, que foi aberta ao tráfego em 1934. Nesse caminho restaram duas estações com prédios da década de 1920, Calmon Viana e Aracaré.
Confira neste link algumas dicas de turismo para se fazer por Mogi.
  • Paranapiacaba
Paranapiacaba é uma charmosa vila de arquitetura inglesa que já se candidatou a Patrimônio Mundial da Humanidade e foi testemunha de uma importante fase de expansão da tecnologia ferroviária no Brasil na segunda metade do século XIX.
Relógio Estação Paranapiacaba
O Relógio da Estação Paranapiacaba é um dos atrativos da vila e você pode conhecê-lo após o passeio de trem
O trajeto é realizado aos domingos. O passageiro tem a opção de embarcar às 8h30 na Estação da Luz ou às 9h na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André (Linha 10-Turquesa, da CPTM). O retorno ocorre às 16h30 em Paranapiacaba, com parada na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André.
Atenção: no ato da compra do bilhete, o passageiro define em qual das estações prefere realizar o embarque e o desembarque.
O percurso de 48 Km leva 1h30 e é realizado ao longo da atual Linha 10-Turquesa, proporcionando ao turista uma viagem no tempo.
Entre os destaques estão as estações Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, tombadas recentemente pelo patrimônio histórico de São Paulo.
Elas foram construídas pela antiga empresa britânica SPR (São Paulo Railway Co.).
Confira neste link algumas dicas de turismo para se fazer por Paranapiabaca.

Calendário dos passeios de trem

Os passeios acontecem sempre aos sábados e domingos:
  • Jundiaí: sábado, partindo da Estação da Luz, às 8h30, e voltando às 16h30, da Estação Jundiaí.
  • Mogi das Cruzes: todo segundo sábado do mês, partindo da Estação da Luz, às 8h30, e voltando às 16h30, da Estação Mogi das Cruzes.
  • Paranapiacaba: domingo, partindo às 8h30, na Estação da Luz ou às 9h, na Estação Santo André. A volta acontece às 16h30, de Paranapiacaba – há uma parada em Santo André, para quem optar por ela.
Fica atento à disponibilidade de lugares. Aqui você consegue conferir quantos lugares vagos há no ato da consulta, mas isso não garante necessariamente a disponibilidade no ato da compra, que é exclusivamente feita na bilheteria.

Onde comprar

A passagem do Expresso Turístico pode ser adquirida nas bilheterias das estações Luz e Prefeito Celso Daniel-Santo André, das 9h às 18h. Aos sábados e domingos, a bilheteria da Estação da Luz funciona a partir das 7h.​

Valor dos passeios de trem

passeios de trem no Expresso Turístico da cptm

Jundiaí, Mogi das Cruzes e Paranapiacaba são os três destino dos passeios de trem do Expresso Turístico

A tarifa dos três trajetos dos passeios custam R$ 50 para um único passageiro; R$ 82 para um passageiro mais um acompanhante; R$ 115 para um passageiro com dois acompanhantes, e R$ 148 para um passageiro com três acompanhantes. Os valores são de ida e volta e não contemplam passeios turísticos pelos pontos de desembarque.
No trajeto de Paranapiacaba, quem optar por descer na Estação Santo André, paga R$ 44, R$ 77, R$ 110 e R$ 143, respectivamente.

Já que estamos falando de trem…

A Catraca Livre organizou este roteiro completinho para você conhecer museus que estão a um passo de Estações da CPTM.
CATRACA LIVRE


Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.