Relato de médico vítima de tortura de Ustra viraliza nas redes

Relato de médico vítima de tortura de Ustra viraliza nas redes

CATRACA LIVRE

Gilberto Natalini aparece no círculo
O vereador Gilberto Natalini em destaque na foto de 1975

Vereador conta detalhes de violência e critica Bolsonaro por chamar coronel de 'herói nacional'

Aos 19 anos, em 1972, Gilberto Natalini, atualmente vereador, era estudante de medicina.
Foi preso pela ditadura militar e acabou no DOI-Codi ,órgão de repressão do regime.

Ficou preso por mais de 45 dias.
Natalini foi uma das vítimas de Carlos Alberto Ustra que, na semana passada, foi mais uma vez apontado como heroi nacional por Jair Bolsonaro.

Esse é um trecho de um texto de Gilberto Natalini publicado na Folha.

“O Ustra comandava as sessões de terror. Eu fui torturado pela mão dele e da equipe dele, várias vezes. Colocavam duas latas de Neston [de alumínio], me faziam subir nelas, molhavam meu corpo com água e sal, ligavam fios em toda parte e disparavam os choques.

Era a noite toda: choque elétrico e paulada nas costas, com uma vara de cipó, que o Ustra usava para me chicotear.

Estou descrevendo uma das formas que eles adotavam, mas não me peça para narrar todas, porque é muito doído para mim. A tortura pesada durou mais ou menos um mês.”
CATRACA LIVRE



Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.