PEC quer unificar eleições no Brasil; prefeitos e vereadores podem ter mandatos prorrogados


Justiça determina perda da aposentadoria de Yeda em processo da Operação Rodin


Três membros do PCC são condenados a mais de 40 anos de prisão por tribunal do crime dentro de presídio


Farra no Itamaraty


Casal de lésbicas é espancado por grupo que queria obrigá-las a se beijar para 'entretenimento masculino'


eSocial: Empresa sem movimento precisa enviar dados?

Corregedoria pede demissão de GMs envolvidos em desvio milionário em Londrina

Gerente é condenado por matar amante grávida em Saltinho (SP)

Gerente é condenado por matar amante grávida em Saltinho (SP)

ISTO É

Gerente é condenado por matar amante grávida em Saltinho (SP)

Denise estava grávida e foi morta por amante

Acusado de assassinar a amante por não aceitar a gravidez dela, o gerente de fábrica Cristiano Gilberto Romualdo foi condenado a 31 anos de prisão na noite desta quinta-feira, 6. O crime aconteceu em abril de 2017, em Saltinho, no interior de São Paulo, onde o acusado e a mulher moravam.
O julgamento pelo tribunal do júri foi realizado no plenário da Câmara de Rio das Pedras, cidade vizinha. Familiares da vítima, a designer Denise Stella, consideraram que houve justiça. Os advogados do gerente informaram que vão entrar com recurso.
Conforme o Ministério Público Estadual, Romualdo era chefe da vítima numa confecção da cidade e mantinha um relacionamento extraconjugal com ela. Ao descobrir que a amante estava grávida, ele exigiu que ela fizesse um aborto. A designer estava com 31 anos à época do crime e queria ter o bebê – ela estava grávida de uma menina -, e por isso foi morta.
O corpo, jogado em um canavial, só foi encontrado dois dias depois. Os jurados acataram a tese da acusação, de homicídio quadruplamente qualificado – por motivo torpe, com emprego de meio cruel, sem dar chance de defesa à vítima e pelo feminicídio, praticado em menosprezo à condição de mulher da vítima.
Romualdo também foi acusado pelo aborto, com a morte do feto que Denise levava no ventre. Após a decisão do júri, o juiz Dalton Lacerda Vital Filho fixou a pena por homicídio qualificado em 25 anos e 6 meses de prisão. À condenação, foram somados 4 anos e 8 meses pelo aborto e 1 ano por ocultação do cadáver.
Os advogados de defesa, Willey Sucasas e José de Medeiros, informaram que vão recorrer ao Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), entre outras razões, pelo teor excessivo e desproporcional da sentença e por supostas nulidades na sessão de julgamento.
Ameaças
Conforme a investigação, Romualdo e Denise mantinham um relacionamento secreto. Ele era casado e gerente da fábrica de roupas onde ela trabalhava, em Saltinho. Segundo a acusação, ao tomar conhecimento da gravidez e de ela ter informado que pretendia ter o filho, o gerente viu o fato como ameaça ao seu casamento e decidiu matá-la.
Na noite do crime, ele pediu que a vítima dirigisse o carro até um local ermo, agrediu-a e a enforcou usando o cinto de segurança. Em seguida, jogou o corpo numa ribanceira, em local de difícil acesso. O carro dela foi abandonado em uma área rural. A investigação descobriu o caso entre os dois e o gerente confessou o crime.
ISTO É

CONDENADO e FORAGIDO da justiça consegue ingressar no Exército como sargento e vai trabalhar no Colégio Militar!

VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 10/06/2019


ANS suspende 51 planos de saúde a partir de 14 de junho

Ecologia é o tema de nova videoaula do projeto Aulas Fundamentais



7.jun
.2019


Ecologia é o tema de nova videoaula do projeto Aulas Fundamentais

Uma imagem contendo homem, pessoa, parede

Descrição gerada automaticamente

Formado em Pedagogia, Letras e Biologia, professor Marcos dos Santos Silva dá aulas para turmas do Ensino Médio e do curso técnico de Farmácia nas Etecs de Porto Ferreira e Santa Cruz das Palmeiras


   

Está disponível no canal do Centro Paula Souza (CPS) no Youtube mais um vídeo da série Aulas Fundamentais. Nesta semana, o professor de biologia Marcos dos Santos Silva, que leciona nas Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) Prof. Jadyr Salles, de Porto Ferreira, e João Elias Margutti,  de Santa Cruz das Palmeiras, fala sobre ecologia. Além de mostrar o trabalho de educadores das Etecs e Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs), o projeto visa auxiliar quem está se preparando para vestibulares, provas e concursos.

Professor do CPS há 2 anos,  Silva é formado em Pedagogia, Letras e Biologia. Atualmente,  dá aulas para turmas do Ensino Médio e do curso técnico de Farmácia. O educador, que tem o canal Tio Marcos Explica no Youtube, conta que escolheu falar sobre ecologia nesta videoaula porque o tema é “tranquilo”, mas gera dúvidas nos alunos pela grande quantidade de conceitos envolvidos. “Biologia não é decoreba, é preciso tentar entender a matéria.”

A dica de Silva para quem está estudando para processos seletivos e concursos é ter foco. “Vale a pena pesquisar e conhecer as provas anteriores, o que costuma ser pedido e os temas que caem mais frequentemente”, afirma. “É muito importante fazer exercícios sobre a matéria e eu gosto de sugerir que os alunos preparem pequenos resumos.”



Para educador é preciso entender a matéria e não só memorizar conceitos; exercícios e resumos contribuem para o aprendizado