Inscrições – Oficial Temporário. Exército é obrigado a admitir SEM LIMITE DE IDADE. Obs: Não é concurso

*OURINHOS SERÁ CONTEMPLADA NO PROGRAMA MELHOR CAMINHO*

Fatec Osasco terá curso intensivo e gratuito de programação

REMUNERAÇÃO ACIMA DO TETO CONSTITUCIONAL FAZ MPC-SP OPINAR PELA REJEIÇÃO DAS CONTAS DA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA


MAIS SEGURANÇA *Prefeitura de Ourinhos solicita intervenção de imóvel abandonado utilizado por usuários de drogas*

Suco de fruta aumenta risco de câncer, alerta estudo

*Prefeito Lucas Pocay já concedeu 50% de aumento para os Coletores de Lixo em sua gestão*

Luto! Goleiro morre após fazer defesa de pênalti com o peito

Londrina: homem é preso suspeito de assediar freira dentro de ônibus

NA RODOVIÁRIA

Londrina: homem é preso suspeito de assediar freira dentro de ônibus

BONDE

Marcos Zanutto

A Guarda Municipal de Londrina prendeu na madrugada desta quinta-feira (11) um homem de 47 anos suspeito de assediar uma freira dentro de um ônibus que fazia a linha Presidente Prudente (SP) - Londrina. Ele foi detido assim que o coletivo chegou no Terminal Rodoviário e encaminhado para se explicar sobre a denúncia na delegacia.

Durante interrogatório ao delegado Mozart Rocha Gonçalves, o vigilante, que disse ser divorciado, negou o assédio. "Eu estava muito triste, tinha tomado uma dose de cachaça com limão e precisa de uma oração, já que essa senhora é bem religiosa. Bati na perna dela pra chamar a atenção, mas não toquei nas partes íntimas. Nós rezamos e voltei pra minha poltrona. Aí quando chegamos em Londrina fui acusado de passar a mão nela", afirmou.

A freira também apresentou sua versão na Central de Flagrantes. "Quando cheguei na rodoviária de Presidente Prudente, ele (suspeito) veio até mim dizendo que iria me ajudar. Disse que precisava de oração, mas eu falei que não porque já queria me acomodar no ônibus. Acabei despistando. Durante a viagem, sentou ao meu lado e quis tirar o meu sapato. Ele queria que eu fosse lá atrás, onde estava sentado, para rezarmos juntos. Esse homem colocou a mão na minha coxa. Quis ainda vir pra cima de mim, mas outra passageira percebeu e começou a conversar, tentando tirar a atenção. Só aí que ele parou", comentou. 

Ouvidos pela Polícia Civil, guardas municipais disseram que a vítima estava bem "abalada" quando o passageiro foi preso. "Nem chegamos a conversar com ele sobre o que tinha ocorrido. Quando se identificou, confessou que já havia sido detido por disparo de arma de fogo e infração da lei Maria da Penha", observou um dos agentes. 

O homem foi autuado por importunação sexual, crime que, segundo o Código Penal, tem pena superior a cinco anos. Por isso, não foi possível arbitrar fiança. Ele está preso no antigo 4º Distrito Policial, na avenida Dez de Dezembro, e teve a prisão preventiva decretada pela Justiça.
Rafael Machado - Grupo Folha

Mulher é encontrada morta com frase escrita na barriga em Florestópolis


Porta de carro-forte se abre e gera chuva de dólares em rodovia nos EUA (Veja o vídeo)