Liberação de FGTS e PIS/Pasep não será 'reprise' e pode ter limite de saque

Exclusivo: a ata da reunião de juízes que falam que o país está “soterrado por uma plutocracia fascista” e que Lula é “preso político”

HEPATITE C: 50 mil pessoas por ano devem receber tratamento contra a doença no Brasil

HEPATITE C: 50 mil pessoas por ano devem receber tratamento contra a doença no Brasil

Agência RÁDIO MAIS

Foto: Rômulo Serpa/MS

Como parte da estratégia de prevenção das atividades do Julho Amarelo, que alerta para a importância do diagnóstico e tratamento contra as hepatites, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, esteve em Campo Grande (MS), nesta segunda-feira (22), onde divulgou o novo Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais.


Janary Bastos Damacena
22 de Julho de 2019


Como parte da estratégia de prevenção das atividades do Julho Amarelo, que alerta para a importância do diagnóstico e tratamento contra as hepatites, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, esteve em Campo Grande (MS), nesta segunda-feira (22), onde divulgou o novo Boletim Epidemiológico de Hepatites Virais. Atualmente, mais de 500 mil pessoas vivem com o vírus da Hepatite do tipo C e ainda não sabem já que se trata de uma doença silenciosa e que geralmente não apresenta sintomas até que se torne mais grave. Desde janeiro deste ano, foram enviados para todos os estados 24 mil tratamentos completos para hepatite C. A previsão é que cerca de 50 mil pessoas sejam tratadas pelo Sistema Único de Saúde ainda neste ano. Para incentivar a busca pelo diagnóstico e tratamento da doença, o Ministério da Saúde, em parceria com estados e municípios, pactuaram o plano de eliminação da hepatite C até 2030. Segundo Luiza Henrique Mandetta, essa é uma meta possível de ser alcançada. 
“Hoje nós estamos com todas as possibilidades que os médicos pediam para poder fazer o tratamento melhor para cada uma dessas pessoas. São medicamentos extremamente, são medicamentos extremamente. Então nós estamos ampliando a expectativa de tratamento porque temos a expectativa de que, com o aumento da testagem, possamos chegar nesses 50 mil por ano. Nós temos uma meta, uma meta difícil, muito difícil, mas a gente tem que ter até 2030, com vacina e tratamento, ter número praticamente zero de hepatites no Brasil”.
Todas as pessoas diagnosticadas com hepatite C têm a garantia de acesso ao tratamento, sendo que agora em 2019, o Governo Federal fez a maior compra já realizada no Brasil para o tratamento da hepatite C. Foram quase 43 mil tratamentos e outros sete mil estão em processo de compra. Essa ação coloca o Brasil como protagonista mundial no combate a essa doença. 
Agência RÁDIO MAIS

Advogados dizem que presidente da OAB tem usado a entidade para atacar a Lava Jato

PT vai ganhar R$ 463 milhões

Bolsonaro diz que caso Flávio está quase resolvido: ‘falta ouvir o Queiroz’


Prefeitura leva cinema a céu aberto á população do Jardim Guaporé

VAGAS DO PAT OURINHOS PARA O DIA 23/07/2019

Fatecs divulgam segunda lista de convocados no Vestibular


Governo decide suspender tabela de frete após pressão de caminhoneiros


Lulinha, Eduardo e santos do pau oco de modo geral


O que acontece quando não troca os lençóis uma vez por semana?

Carreta com mais de 1 tonelada de drogas a caminho de Osasco é apreendida no Mato Grosso do Sul


Estação Espacial Internacional lançará 100 “minicérebros” humanos ao espaço, neste domingo (21)



Ações contra o INSS só serão aceitas na Justiça Federal